Serviços

Trabalhamos com recarga, manutenção e venda de toda linha de extintores e mangueiras de incêndio segundo as especificações do INMETRO.

TIPOS DE EXTINTORES

Gás Carbônico (CO2) – Classe B e C.

Pó Químico Seco – Há várias composições de pós, divididas em tipo BC, ABC e D.

Agua Pressurizada – Específica para classe A.

Espuma Mecânica – Ideal – para classe B e eficiente na classe A.

O alarme de incêndio é a ferramenta de alerta para salvaguardar pessoas e instalações do perigo dos incêndios. Composto por sensores de chama, fumaça e calor excessivo, o sistema de alarmes pode detectar o incêndio ainda no início e informar os presentes para evacuação imediata e início do combate às chamas antecipado.

As portas corta-fogo são a primeira linha de defesa contra as chamas em um incêndio já em andamento. Indispensável em edifício, serve para evitar a propagação do fogo, permitir a saída das pessoas e criar conter as chamas em uma área isolada para facilitar a atuação dos bombeiros ou brigada especializada.

Prestamos aos condomínios serviços de adequação completa na área de segurança. Seja iluminação, sinalização, prevenção ou combate a incêndio, oferecemos uma ampla gama de produtos e serviços para cumprimento de todas as exigências dos órgãos competentes.

Em caso de emergência, as luminárias servem para guiar as pessoas até a saída ou área de segurança mais próxima. São sistemas com bateria independente, recarregáveis em situação normal de fornecimento de energia, e auto-ativadas em caso de queda de luz.

Os Equipamentos de Proteção Individual, ou EPI´s, são dispositivos utilizados pelo trabalhador como prevenção de acidentes ou danos à saúde por exposição prolongada a determinados fatores da área de trabalho.

A sinalização de emergência é uma ferramenta utilizada para maximizar a segurança dos usuários daquele ambiente. Como prevenção, indicam locais de equipamentos e áreas de segurança. Durante um evento apontam as rotas de fuga e, após, servem para interditar a área.

  Além dos usos mais conhecidos, como em fogões e aquecedores, o gás pode ser empregado ainda em sistemas de ar condicionado, lareiras, churrasqueiras, secadoras de roupas e até em certos tipos de geladeiras. Em lugares mais frios, há ainda a utilização no sistema de calefação. Entretanto, apesar de enorme importância, o fornecimento de gás passa muitas vezes despercebido pelos moradores, que só se preocupam quando um problema aparece. Neste tira-dúvidas sobre o assunto, saiba mais sobre a regulamentação, a manutenção e as responsabilidades que cada agente deve ter sobre o gás que está na tubulação do seu prédio.